Curso de Férias – Discalculia do Desenvolvimento

Anúncios

A importância da consciência fonêmica nas habilidades de transcodificação numérica: resenha do artigo “Consciência fonêmica como um caminho para transcodificação numérica” (Lopes-Silva et al., 2014)

A habilidade de ler e escrever os números é necessária no nosso dia a dia e representa uma das bases para a aprendizagem de habilidades numéricas mais complexas. Entender as relações entre as representações verbais e arábicas dos números e ser capaz de converter uma notação numérica em outra (2=dois e vice-versa) pode ser definido como transcodificação numérica. Continuar lendo

Paulo Freire e a aprendizagem: transferir conhecimento ou fazer propaganda política?

“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.” Paulo Freire

O terceiro autor mais citado do google acadêmico no campo das ciências humanas (Montesanti, 2016) e também patrono da educação brasileira empresta seu nome a escolas, cursinhos, repartições públicas e bibliotecas na América Latina e ao redor do mundo. Detentor de dezenas de títulos Doutor Honoris Causa, Paulo Freire é sem dúvida o pedagogo brasileiro que mais conseguiu atrair atenção para fora do território nacional. Seus livros são constantemente tratados como exemplos a serem seguidos por educadores, desde a infância até a vida universitária.
Continuar lendo

Cegos apresentam melhor estimação numérica do que os que enxergam?

É comum ouvir que cegos desenvolvem mecanismos compensatórios para a realização de tarefas cotidianas. Ou seja, esses indivíduos desenvolvem melhor algumas habilidades sensoriais, em especial proprioceptivas, do que aqueles que enxergam, por causa da deficiência visual. Alguns estudos apontam que a privação visual precoce influencia processos cognitivos aprendidos após o nascimento, como atenção visuoespacial (Collignon et al., 2006; Röder, Rösler, & Neville, 1999 apud Castronovo & Seron, 2007).
Continuar lendo

Curso Dislexia do Desenvolvimento

A Dislexia é um transtorno de aprendizagem que atinge 5% das crianças e adultos. Ela se caracteriza por dificuldade de soletração, na decodificação de palavras e lentidão ao ler e escrever. Conhecer este transtorno e tratá-lo é importante para o desenvolvimento das habilidades acadêmicas das crianças.

Como o assunto importante que é, temos a prazer de anunciar o curso: Dislexia do Desenvolvimento!

As inscrições poderão ser realizadas no site da Fundep neste link.

curso-dislexia-2017-04

Transtorno Não Verbal de Aprendizagem

O Transtorno Não Verbal de Aprendizagem (TNVA) é caracterizado por psicólogos como um déficit nas habilidades motoras finas, nas percepções visual, espacial e tátil e no raciocínio abstrato.  É comum que ele esteja relacionado a problemas de equilíbrio, dificuldades em distinguir direita e esquerda e déficits de “memória visual de curto e longo prazo e dificuldades de entender conceitos como tempo, distancia e velocidade” (MAMEN, 2002). O transtorno é diagnosticado em uma a cada 10 pessoas com problemas de aprendizagem e afeta igualmente homens e mulheres (THOMPSON, 1996). Continuar lendo