Processamento numérico em iletrados

O projeto “processamento numérico em iletrados” é uma extensão do projeto “Cognição Numérica e discalculia do desenvolvimento” que é a principal linha de pesquisa do LND. Este trabalho tornou-se oficialmente uma linha de pesquisa do laboratório em 2013, contudo, o interesse pela cognição numérica em iletrados já vem sendo tema de investigação de membros do laboratório desde 2006, quando o artigo “What do semi-illiterate adults know about digit arabic numbers?” foi publicado.

O objetivo deste projeto é analisar de que maneira a escolarização formal influencia o processamento numérico. Apesar da associação entre linguagem e cognição numérica ser bem conhecida, poucos estudos tem investigado de que forma esta associação ocorre em pessoas que não tiveram acesso a alfabetização. Em países desenvolvidos a condução deste tipo de pesquisa é difícil pelo pequeno número de analfabetos. Todavia, o Brasil, infelizmente, ainda tem muitas pessoas nesta condição o que permite uma rara oportunidade de investigação. A pesquisa com iletrados despertada interesse pois possibilita investigar determinadas funções cognitivas sem a influência que a educação/letramento exerce sobre elas.

O público alvo deste estudo são adultos iletrados ou semi-iletrados, ou seja, indivíduos que por algum motivo não foram alfabetizados, ou foram alfabetizados tardiamente. Os membros da equipe se deslocam até escolas que oferecem Ensino para Jovens e Adultos (EJA) a fim de convidar os participantes. Além disto, também realizamos avaliações com adultos escolarizados a fim de comparar os resultados.