Treinamento de Pais

familyl1800x1200

Diversos programas de intervenção cognitivo-comportamental vêm sendo desenvolvidos no LND- Laboratório de Neuropsicologia do Desenvolvimento- da Universidade Federal de Minas Gerais visando o atendimento de crianças e adolescentes com distúrbios de comportamento e distúrbios de aprendizagem, bem como de suas famílias. Dentre os programas está o Programa de Treinamento de Pais – PTP.

O PTP é uma metodologia de trabalho colaborativo que envolve os pais, o terapeuta e a criança. O trabalho implica em uma orientação do terapeuta no que diz respeito à problemática apresentada pelos filhos e sobre o modelo das relações causais que embasa a análise dos comportamentos apresentados pela criança entre eles a análise funcional do comportamento.

A experiência inicial que funcionou como projeto piloto aconteceu no ano de 2000, momento em que várias parcerias foram firmadas entre o LND e outros laboratórios de pesquisa. Esse estudo inicial utilizou uma adaptação do Programa de Treinamento de Pais – PTP de Barkley (1997). O programa foi desenvolvido em um aglomerado residencial de Belo Horizonte e apresentou resultados importantes para o grupo atendido (Haase, Käppler & Schaefer, 2000).

Um novo PTP foi construído em parceria com o Laboratório de Interação Social – LIS da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, considerando especificidades da população atendida.  O novo programa, com importantes componentes de Habilidades Sociais Educativas Parentais constituiu o objeto de estudo de mestrado da psicóloga Maria Isabel dos Santos Pinheiro sob a orientação do Prof. Dr. Almir Del Prette da UFSCar (Pinheiro, Haase, Del Prette, Amarante & Del Prette, 2006).

Um PTP estruturado para atender pais de crianças com Dificuldades de Aprendizagem da Matemática – DAM – provenientes da comunidade e inseridos nos programas de reabilitação conduzidos no LND semestralmente acontece no formato individual e em grupo. Este programa pretende orientar pais de crianças com DAM a utilizar estratégias que trabalhem a motivação e os fundamentos da matemática. Um apoio financeiro da Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais – FAPEMIG possibilitou a confecção de vídeos clips e uma cartilha para apoio e orientação aos pais participantes dos grupos.

A divulgação desses estudos e trabalhos tem acontecido nos seminários e congressos e de maneira mais intensiva nos cursos de férias organizados pelo LND.

O grupo de pesquisa do LND com interesse nos estudos sobre Neuropsicologia, Treinamento de Pais e Habilidades Sociais atualmente é composto pela psicóloga doutoranda Maria Isabel S. Pinheiro, pela psicóloga mestranda Flávia Neves Almeida, pela psicóloga mestranda Larissa de Souza Salvador e por duas alunas graduandas em psicologia pela UFMG, Mariana Pêsso e Amanda Lessa Malta sob a orientação do Prof. Vitor Geraldi Haase. Semestralmente são realizadas entrevistas para admissão de novos interessados.

Atualmente, estão em andamento no LND três outros estudos utilizando os PTP:

  • Estudo de doutoramento resultado de uma parceria entre o LND e a APAE – BH. A proposta inicial do trabalho está relacionada aos benefícios das intervenções comportamentais na aquisição de novas competências e no manejo dos comportamentos desadaptativos apresentados por indivíduos com retardo mental e/ou dificuldade de aprendizagem.  Este estudo conduzido pela psicóloga Maria Isabel S. Pinheiro pretende avaliar os resultados de um PTP conduzido por profissionais da APAE. No estudo pretende-se elaborar um PTP estruturado para o perfil populacional da APAE, capacitar os profissionais da instituição na condução do PTP e avaliar os resultados.
  • Um estudo de mestrado  para pais de indivíduos com Síndrome de Williams.O principal objetivo é capacitar os pais para lidar com os problemas de comportamento de forma não coercitiva, indicando novos recursos para solucionar questões disciplinares e o ensino de uma nova habilidade ao filho. A base teórica são as habilidades sociais educativas, análise funcional do comportamento e aprendizagem sem erro. Esse é um estudo original e está sendo conduzido pela psicóloga Flávia Neves Almeida. Contamos com o apoio e parceria da Associação Brasileira de Síndrome de Williams (ABSW) para sua realização.
  • Um estudo de mestrado com o foco em crianças e adolescentes com Paralisia Cerebral Hemiplegica (PCH). O estudo objetiva aprimorar competências relacionadas às Habilidades Sociais Educativas de Pais de crianças e adolescentes com PCH. Através do Treinamento de Pais, o estudo visa aumentar a funcionalidade desses pacientes, através da colaboração dos pais e responsáveis. Atualmente o projeto acontece no LND, na UFMG e conta com a participação de uma equipe de fisioterapeutas, que auxiliam na elaboração do programa, que é conduzido pela Psicóloga Larissa S. Salvador.

por Maria Isabel Santos Pinheiro

Referências:

Barkley, R. A., Attention-deficit hyperactivity disorder: a handbook for diagnosis and treatment. New York: Guilford, 1990.

Barkley, R. A., Defiant children. A clinician´s manual for assessment and parent training. 2. Ed. New York: Guilford, 1997.

Haase, V. G., Käppler , C., Schaefer,  A.  S. (2000).   Um modelo de Intervenção  psicoeducacional para    Prevenção da Violência no Ambiente Familiar e EscolarPsicologia do Desenvolvimento. In  Haase,    V.G., e col. (orgs.) Psicologia do Desenvolvimento: Contribuições Interdisciplinares. (pp. 265-282).  Belo Horizonte, Editora Health.

Pinheiro, M. I. S., Haase, V. H., Del Prette, A., Amarante, C. L. D. & Del Prette, Z. A. P. (2006). Treinamento de habilidades sociais educativas para pais de crianças com problemas de comportamento. Psicologia: Reflexão e Crítica, 19(3), 407-414.

Equipes:

Amanda Malta

Flávia Neves Almeida

Larissa de Souza Salvador

Maria Isabel Santos Pinheiro

Mariana Gonçalves Pêsso